Festival Vinho no Boteco promete democratizar a bebida em SP

Evento acontece em sete bares da capital e traz bebidas a preços acessíveis

Publicado em 17/01/2018
Vinho e frios no bar Dionysos

São Paulo vai sediar a segunda edição do Festival Vinho no Boteco – Verão. O evento acontece entre os dias 20 de janeiro e 4 de fevereiro em sete bares paulistanos: Canaille Bar, Dionysos, Jamón, Jamón, Ovo e Uva, Rubi Wine Bar, Sancho Bar y Tapas e Vinoteca Paulistana.

Com o objetivo de democratizar o consumo de vinho em um país dominado pela cerveja, o festival traz garrafas e taças por preços de importadora. Estão inclusos no cardápio tintos leves, brancos, rosés e espumantes de várias partes do mundo, como Argentina, Chile, Espanha, França, Itália e Portugal. O estilo do vinho é servido de acordo com a personalidade de cada estabelecimento.

A Vinoteca Paulistana, por exemplo, selecionou apenas argentinos, como o Finca Las Moras Syrah rosé (R$ 48,90/garrafa; R$ 13/taça), que combina bem com as delícias que a casa serve, como o mini choripan e o bolinho de frutos do mar.

Já o Jamón, Jamón vai oferecer bebida de origem espanhola, o Tarima Monastrell (R$ 79/garrafa; R$ 20/taça), da Bodegas Volver, localizada em Alicante.

Outro exemplo é o Canaille Bar, que separou duas opções de orgânicos franceses: o Claude Val Blanc e o Claude Val Rouge (ambos a R$ 65,50/garrafa; R$ 17/taça).

A lista com os vinhos que cada casa irá servir, além de seus preços, endereços e horários de funcionamento, estão disponíveis no site do festival.

Foto: Divulgação/Dionysos